.: Arquivos :.

- Ver mensagens anteriores



.: Outros sites :.

- Cada dia uma Fotografia
- Alma do meu sonho
- Tempo dual
- Ô cara
- Contra Indicado para Diabéticos
- Psicoatividade
- Blog do bem
- Por la carretera
- Depois do fim
- Voando pelo céu da boca
- sete ofícios
- 5vs1



Indique esse Blog


.: Visitantes :.



Um texto meu no site da Fiat

Olá Alexandre dos Santos Silvano,
Sua mensagem com sua visão do futuro foi aprovada e já está
publicada no site Fiat 30 anos. Para visualizá-la, acesse:

http://www.fiat30anos.com.br/br/index.jsp?idDepoimento=45842&tipoDepoimento=text&nivel

www.fiat30anos.com.br

Lá você poderá indicar sua mensagem para seus amigos, além de
acessar as mensagens enviadas por outros usuários. São vídeos,
áudios, textos e imagens sobre o que eles pensam do futuro.

E não se esqueça: a melhor mensagem ganha um carro.
Portanto, comece a torcer.
Afinal, nada como começar o futuro dirigindo um Fiat Idea 0km.



- Copyrigth by Alexandre às 09:12:48
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Quebre a resistência

 

Estou correndo

Correndo muito atrás de você

Você não me ouve e eu sou obrigado a gritar

Todos vão escutar

 

E as pessoas olharão

Quebre a resistência

Olhe para trás

Abra sua mente

Você é capaz

 

Estou seguindo você

Agora tenho satélite

E posso ver você de cima

Serei capaz de gritar

E você vai ter que me escutar

 

E as pessoas olharão

Quebre a resistência

Olhe para trás

Abra sua mente

Você é capaz



- Copyrigth by Alexandre às 21:54:11
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




destino

Escrevo como quem toca um piano

Desejando escrever uma ópera

Para que minhas palavras sejam eternas

Enquanto toquem

 

Enquanto toquem meu coração

Que luta para ser feliz

E se libertar de pequenas pedras

Que insistem em ficar em meus sapatos

 

Que caminham procurando direção

Para que meu sol volte a brilhar plenamente

Como quando estou com você

Junto ou na minha mente

 

Imaginando o dia que partirei

De onde não consigo mais ficar

Como caminhei um dia na vida

E sem saber fui te encontrar

 

Como um ser que vaga sozinho

E é atropelado pelo seu destino

Destino que apenas me mostra o que já sei

E que me pede para deixá-lo me levar

 

Para onde jamais saberei

Pelo menos por agora

E mesmo assim confio nele

Pois foi deste mesmo jeito que lhe encontrei.



- Copyrigth by Alexandre às 13:56:25
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




FREUD

Quando te vejo de pernas para o ar

Penso no que você pode estar pensando

Ou invejo curtir a vida também

Estar à toa com você e ela no paraíso

 

E seu mundo também é uma bola

Uma bola que gira e brinca

E que cabe em uma mordida

Seu mundo é tão simples

Como abola que gira

 

Sempre bem humorado

Sempre disposto

A estar feliz em todos os momentos

 

Eu vejo você correndo pela casa

Sem se importar se ela está limpa ou arrumada

Tudo é bom e bonito

Como deve mesmo ser

 

E esse seu nome de psiquiatra

Freud é tão complicado

Que nem combina com você

Talvez você seja o posto disso

E também nos esteja ensinando a viver



- Copyrigth by Alexandre às 11:04:52
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




5 ANOS DE EMPRESA

 

Pois é... “E assim se passaram 5 anos...”

O sonho acabou. Na verdade nem acabou, o sonho estragou. O que era um saboroso sonho agora é um farelo duro e sem gosto, única coisa “ingerível” no momento.

 

5 anos de “toma lá dá cá”. Meu sentimento devaneia por esta expressão antiga, que aprendi a dizer há muito tempo, mas que só agora percebo, como uma imensa muralha bem à minha frente, seu real significado. Aqui doei 5 anos do meu trabalho, dos meus sonhos, da minha saúde. 5 anos viajei 220 Km diários, 3,5 horas diárias... Voltas e voltas na terra dentro de um ônibus... Mas também foi aqui que aprendi, que convivi com grandes mestres. Foi com o dinheiro que recebi em troca que ergui meu castelo e sustento tudo que há dentro dele. Foi aqui que pude ver o feio da vida sem fazer parte dele e é daqui que levo as minhas convicções mais profundas, que baseam-se sobretudo naquilo que não desejo ser.

 

Outra expressão me surra a mente, neste inferno astral dos cinco anos: “Custo Benefício”. Tantas vezes usei este termo, considerei e preponderei com meus incontáveis auditados e agora, minha balança “Custo X Benefício” passa a tender para o primeiro lado como que profanando o segundo, alterando-o para “sacrifício”. Custa-me muito caro não poder ver o mundo, as pessoas, a correria dos carros. Cenas simples e cotidianas como os pombos nos fios, os jornaleiros nas bancas ou a simplicidade dos flanelinhas nas ruas. Custa caro a ferrugem de mais de 1800 dias em uma mesma mesa, de uma mesma sala, de um mesmo corredor, de um mesmo prédio. O mesmo com as mesmas pessoas, coisas, objetos e fantasmas. Meu beneficio vem em forma de experiência, já um pouco saturada e desbotada, provedora dos olhos que enxergam sempre as mesmas cenas, como que vindas de um antigo vinil arranhado, tocando infinitamente, insistentemente e irritantemente a mesma coisa.

 

Estou aqui lutando para que meu sangue não se transforme em gusa, matéria prima para fazer um coração de aço. Quantas carinhas se foram, perdidas do meu convívio, e me deixaram a saudade. Quantas histórias poderei contar um dia, movido a bebida, me ajudando a gargalhar. Firme como o aço só mesmo minha certeza de que sobreviverei a tudo isso, minha certeza que irei embora, minha certeza da minha certeza.

 

Este não é um fim nem tão pouco um e-mail de despedida. Não há champanhe na chegada e nem belas modelos me aguardando com lindas e grandiosas coroas de flores. O texto é a minha arma contra tudo e todos. É minha opção de rebeldia enquanto passo pelo que o Plano Espiritual desenhou para minha vida. É assim que posso me resignar e passar por tudo isso de forma sóbria e apaziguada. Sem perder o foco, sem deixar de enxergar os benefícios mesmo que já tão microscópicos a esta altura. É assim que reluto em receber uma chapa de patrimônio, porque sou dono de mim mesmo. É assim que serei um produto do meio, o meio das exceções.

 

O sonho não acabou. Por enquanto ele é apenas um nariz de palhaço em minha cara. Mas enquanto a vida insiste em me surrar no sentido profissional, do meu lar, da minha família e dos meus amigos posso retirar a magnífica imagem de uma vida maravilhosa e boa. A vida com que nunca deixarei de sonhar.



- Copyrigth by Alexandre às 11:05:44
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




OBSCURO

Journey into Dark

JOURNEY INTO DARK / VIAJE HACIA LA OSCURIDAD

 

Este não é meu mundo

Qual será o seu ?

Você tem certeza ?

 

Passeando pelo escuro da noite

Você toma algumas decisões

Esta na hora mas você não vai voltar para casa

 

Alguns passos insanos no escuro da noite

Você é mais uma sobra

Uma sombra que não voltará para casa

 

Este não é o meu mundo

Nem tão pouco o seu

Eu posso ouvir seus passos

Eu posso lhe enxergar na escuridão da noite

Porque este não é o meu mundo

Qual será o seu ?



- Copyrigth by Alexandre às 09:16:57
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Vento, 1996, acquerello, cm 60x46, TOMASO MARCOLLA

 

O VENTO

 

Existe um só vento

Que sopra em determinada direção

Ele não existe nos livros

E nem pode ser medido com exatidão

 

Quando este vento soprar teus cabelos

Lembrarás destas palavras

E poderás saborear seu carinho

Como saboreou em vidas passadas

 

Um vento silencioso e fresco

Que começa a soprar bem devagar

Que aos poucos sacode a tua roupa

Quase te fazendo voar

 

Como um pássaro estará preparado

E saberás a hora de se levantar

E esticarás teus braços

E deixarás este vento lhe tocar

 

E sorrirás se lembrando das coisas

De tudo que tanto perseguiu

E tudo ganhará um sentido certo

E entenderá tudo aquilo que já lhe oprimiu

 

E o vento passará dando lugar a calmaria

E sentirás saudade

E entenderás

E estarás em boa companhia

 



- Copyrigth by Alexandre às 21:08:55
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Vontade de Minas

  

 

 

 

 

 

 

Tenho vontade de acordar

Olhar pela janela grande

Deixar a paisagem passar

 

Nuvens no céu distante

Formas brancas claras

Que se desdesenham num instante

 

É o mesmo céu de Minas Gerais

Do alto da pirâmide em São Tomé

Na trilha de Ibitipoca ou tanto faz

 

Só queria ver aquele céu novamente

Serras depois de serras

Uma depois da outra suavemente



- Copyrigth by Alexandre às 10:16:34
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Maggie Taylor Optimist's dress, © 2003

TROCADOS
 
Olhos que não se abrem mais
Para onde olham agora ?
Talvez a imensidão do mar
Ou um céu lindo e azul
 
Olhos que não se abrem mais para terra
E eu fico apenas com um abraço apertado
E a certeza de que tudo está bem
 
Alguns poucos momentos na mente
Como trocados no bolso da calça
Nada mudou mesmo com você tendo ido embora
Tudo continua como outrora
 
Suas velhas coisas continuam no mesmo lugar
E o que você fazia, agora outros fazem
Algumas poucas tarefas ficaram
Como moedas esquecidas no cinzeiro
 
E eu fico apenas com um abraço apertado
E a certeza de que está tudo bem...

 



- Copyrigth by Alexandre às 23:38:13
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




TUDO QUE EU QUERIA SER

E ficarão com vocês

As sombras inexistentes

E estarei bem longe

E voltarei a ser

Tudo que eu era

Novamente

Tudo que eu queria ser

Novamente

 

Por favor deixem me ir

Assistirei programas de TV

Enquanto almoço

E andarei pela cidade

Ao cair da tarde

E verei pessoas diferentes

E voltarei a ser

Tudo que eu queria

Novamente

Tudo que eu queria ser

Novamente

 

E ficarão com vocês

As sombras inexistentes

E de testadores, vocês serão testados

E pedirão uma chance a mais

E talvez ninguém os dê

E sobreviverão precariamente

Nas terras do sul

 

Enquanto isso no asfalto

Eu serei diferente

E voltarei a ser

Tudo que eu queria

Novamente

Tudo que eu queria ser

Novamente



- Copyrigth by Alexandre às 10:02:16
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




COMERCIAL BUSINESS

Pessoas passam com seus ternos

E super máquinas os esperam na rua

Eu pego meu táxi

Máquina Japonesa

A meu serviço

 

Estou á traz

Pareço alguém importante

Na verdade até sou

Mas este mundo não me importa

Cartões ouro ou diamante

Sem filas nos aeroportos

 

Vejo senhores iguais a mim

Não quero envelhecer assim

Falando ao celular

Fechando negócios

Que eu não vou aproveitar

 

Enquanto isso, em casa

Suas famílias desmoronam

Enquanto isso, em suas cabeças

Suas vidas desmoronam

 

Senhores importantes

Senhoras poderosas

Dinheiro, carros e jóias

Negócios fechados

Olhos fechados

 

Celulares ricos

Cartões diamante sem fila

E o avião atrasa

E estão todos igualmente atrasados

Fazer o quê...



- Copyrigth by Alexandre às 10:58:08
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




AEROPORTO

Diante da imensa janela, aviões

Trazendo e levando, pessoas

Recolhendo e despejando, ilusões

 

Vejo uma senhora preocupada

E um senhor de chapéu que vai à praia

 

Vejo um músico e seu instrumento

E um poderoso empresário perdido por um momento

 

A atendente imagina poder voar

A aeromoça sonha em poder ficar

 

Então estão, todos na escada rolante

Rolando um a um

 

Um piloto não confia no equipamento

O engenheiro vê o aeroporto em desenvolvimento

 

Raio X, tickets e despacho de bagagem

Policiais Federais, cadeiras de rodas, pouso e decolagem

 

Então estão, todos na escada rolante

Rolando um a um

 



- Copyrigth by Alexandre às 09:43:42
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




 

 

MELHORES AMIGOS

 

Quem são meus melhores amigos ?

A música, o vento, o sol e a lua....

Um toque de passado,

Uma perspectiva de futuro,

Uma sombra, uma ilusão

O futuro em cima do muro.

Piano, saxofone, guitarra,

Música rápida ou lenta,

Estrada longínqua e curventa.

Filme com final feliz, talvez um meio,

Um meio de fugir do branco do ouro,

Um jeito de voltar atrás,

E começar novamente,

E te conhecer novamente

Fazendo tudo igual,

Apenas neste ponto.

Sendo no resto diferente,

Tentando novamente.

Começando não tão cedo,

Nem tão tarde demais.

Ah, viveria tudo mais uma vez,

E diria não, e faria errado, e iria embora antes

Como no Quartel de Abrantes.

Loucos, amigos, vadios, emocionantes.

Notas musicais, japoneses, diamantes.

Os que sobraram:

Estes são os melhores.

Os que atendem o telefone,

Os números poucos que ainda tenho.

Os que se foram e me encontram nas orações,

Muito mais presentes mortos que vivos.

Velhos amigos...

Nem tão velhos assim,

Os mais velhos se perderam no caminho,

Eu os perdi e eles me perderam...

A música, o vento, o sol e a lua....

Foi o que sobrou de tudo.

O som da música,

O alívio do vento,

O calor do sol,

O clarão da lua.



- Copyrigth by Alexandre às 23:33:32
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




SOU HOJE MAIS

Onde os sonhos não atravessam ?
Perdido no espaço, paredes brancas...
Um grito longe
Lágrimas escondidas
De dor, de saudade, de si mesmo

Noites longas e quentes
E nem mais é verão
Intermináveis noites
Pesadelos errantes
Correndo sem sair do lugar

Ontem já faz um tempo
Um longo tempo à frente
Difícil de provar
Acreditar improvavelmente

Pensamento sem sentido
Sem juízo
Sem julgamento
Sem defesa
Sons antigos, Vinícios
Antigos vícios

Sou hoje mais



- Copyrigth by Alexandre às 22:03:19
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




O FILHO

Traída pelo próprio pai
Julgou que não era traição
E gera na barriga
A esperança do futuro
Difícil e talvez melhor
Certamente diferente

E as balas do marido
Não mataram ninguém
Mas sua esperança morta está
Vítima de bala perdida
Está onde não deveria estar

E de um lado a outro de BH
Não há onde se esconder
Corrida frenética
Cidade pequena
Todos vão saber agora

E afora esconde o medo que aflora
E dentro protege o milagre bento



- Copyrigth by Alexandre às 21:08:06
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




 

GENTE - ACRYLIC/CANVAS - PEDRO CHARTERS

 

O grande dia

 

É chegada a hora

As nuvens finalmente se foram

Só temos o sol agora!

 

Todo mundo deixou seu trabalho

Todo mundo está na rua

Há felicidade generalizada

Todo mundo junto, cada um na sua.

 

Há grandes rodas nas praças

AS pessoas brincam sem parar

Algumas entoam mantras místicos

Outras simplesmente estão a cantarolar

 

Há uma felicidade contagiante

Não há como nem explicar

Agora todos se aplaudem

E muitos começam a se abraçar

 

Muitos têm lágrimas nos olhos

Alguns chegam a gritar

A polícia abandonou as armas

E os ladrões estão a se regenerar

 

E essa luz dourada cobre a todas as pessoas

E eu estou aqui no meio delas

Encantado, feliz, emocionado

Compartilhando coisas tão belas



- Copyrigth by Alexandre às 19:01:24
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




VAZIO BY ALBERTO MONTEIRO (WWW.ALBERTOMONTEIRO.COM)

 

QUESTÕES

 

Olhaste bem ao seu redor ?

Não percebeu quanto está diferente ?

É porque acordou agora

Na hora de ir embora

 

As mesas vazias e melancólicas

Francisco Buarque no ar

Cadeiras viradas

 

Bandeirinhas coloridas que tremulam

Mas não há sinal de ninguém

Só este vento que anuncia a chuva

E a brisa molhada que vem

 

No canto uma câmera convencional

Que precisa ser revelada

Pois não é como a digital

Nunca se está certo com o que virá

Se parecerá loucura

Ou um simples fato normal

 

Os garçons jogam cartas na cozinha

As cozinheiras foram amamentar seus filhos

Porque dormes na mesa ?

Porque fechas teus olhos escuros ?

 

Porque fez questão de não estar lá

Mesmo estando presente ?



- Copyrigth by Alexandre às 10:41:03
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Banco de dados

Nem todos os bancos de dados do mundo

Armazenariam uma só gota do meu sentimento

E sinto cada vez mais

Sentimento que se multiplica a cada momento

 

E acho bonita a chuva

E tenho muita vontade de Mar

E me sinto bem, forte e tranquilo

E meu coração nasceu para te amar

 

E não sou mesmo nada ou muito pouco

Perto do meu sentimento

Imensidão que sai de mim inexplicável

Tudo é amor a todo o momento

 

E respiro fundo o dia

E tento cada vez ser melhor do que ontem fui

"Amando-te, respeitando-te"

Deixando livre o que livremente flui

 

Digito as palavras, catando uma a uma

Deixando que elas tentem falar por mim

Às vezes elas quase me alcançam

Às vezes existe um abismo sem fim

 

Eu sou o meu sentimento

Eternamente fluindo de mim

Eu sou o amor que produzo e guardo

Como um banco de dados sem fim

- Copyrigth by Alexandre às 15:13:05
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Você se lembra dos fantasmas?

Você se lembra dos fantasmas?

Os mesmos que lhe separaram

Daquele que mais lhe amou?

 

Os mesmos fantasmas que fizeram brotar lágrimas

De olhos maiores que os teus

Puxados para dentro

Não para fora como os seus

 

Talvez estes fantasmas foram embora

Depois de cumprir o que estava predestinado

Desencontro marcado

Nascido para dar errado

 

Do alto da serra, ainda existe um sol nascente

Que mesmo depois de tudo ocorrido

Põe-se no oriente

 

Na há mais fantasmas naquele lugar

Apenas uma brisa leve e fria

Cheiro de desencontro no ar

 

E hoje, às vezes e sem querer

O fantasma de ontem, hoje pode ser você

Que aparece e desaparece ao mesmo tempo

Sem perceber

 

E a vida é mais surpreendente do que se vê

Ontem corrias atrás de seus fantasmas

Hoje o fantasma é você.

 



- Copyrigth by Alexandre às 20:11:03
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________




Hoje

 

A Praça da Liberdade era presa às nossas idéias

Era o realismo surreal da praça

Da vontade de voltar e viver

Mas como voltar

Se o motivo da minha vida é aqui

Nesse presente sem fim

Onde tenho tudo que busquei

Todos estes anos

 

Não há escolha

Mas ainda posso me lembrar

E imaginar ter sido diferente

Sem deixar de ser agora

Onde minha felicidade mora

 

Um outro lado

Uma outra escolha

Uma vontade de ficar onde está.

Eu apenas era parte disso tudo

E meu passado no presente esta



- Copyrigth by Alexandre às 22:44:48
[ ] [ envie esta mensagem ]

_________________________________________